• Home
  • REFLEXÃO
  • .A Ética diante dos desafios do individualismo, consumismo e hedonismo.
| 45

.A Ética diante dos desafios do individualismo, consumismo e hedonismo.

Existe um tripé que condiciona a sociedade atual: Individualismo, consumismo e hedonismo.
Na perspectiva do consumismo uma pessoa vale e é reconhecida por aquilo que tem ou pode adquirir. É algo complexo em que o indivíduo deve buscar a todo custo o poder, a fama, o dinheiro e o prestígio.
No hedonismo trata-se do prazer-pelo-prazer, podemos ver como exemplo isso na propaganda, quanto mais erótica for, mais produto vende.
O hedonismo sempre é acompanhado do consumismo e do individualismo.
O individualismo relaciona-se ao comportamento das pessoas, em relação a si mesma, em relação ao outro e em relação aos produtos que o consumismo e hedonismo lhes impõem.
Diante do consumismo devemos pensar e rever como o ser humano se relaciona consigo mesmo, com Deus e com o outro.
A liberdade implica relação com a ética, é cuidar do próprio homem e da sociedade.
No consumismo o homem precisa consumir o máximo possível e assim provar a si mesmo a aos outros que existe. Uma visita aos Shopping Center permite vislumbrar qual é o valor da pessoa humana segundo os parâmetros do consumismo. Esse consumismo influência o comportamento das pessoas e da sociedade.
Através dos meios de comunicação as pessoas recebem inúmeras propostas de compras o que gera também muita inadimplência e dívidas. Temos uma sociedade que condiciona o valor da pessoa humana, por aquilo que ela pode comprar e em muitos casos sem condições financeiras. Verdadeiro mercados do consumo.
Podemos observar que o consumismo, o poder, o dinheiro, o prestígio estão sempre presentes e alimentados nos sonhos, inclusive dos mais desprovidos do necessário para uma vida digna.
Uns são considerados gente por poder consumir enquanto outros não são considerados por não poderem consumir.
O hedonismo é o alimento básico do consumismo e do individualismo. As pessoas são indivíduos em muitas situações distantes uma das outras.
O tripé ( consumismo, individualismo e hedonismo) encontram em sua grande maioria, respaldado nos meios de comunicação. Esses meios o indivíduo é incentivado a consumir e assumir o hedonismo como meio de realização pessoal.
Muitas vezes os meios de comunicação produzem o individualismo cada dia mais acentuado nas relações.
Esse tripé: consumismo, individualismo e hedonismo opõe-se à verdadeira realização pessoal das pessoas. Fabricam ilusões.
O hedonismo alimentando o consumismo cobra alto preço pois tenta comprar a vida e a liberdade da pessoa humana.
O individualismo caminha junto com o egoísmo, como exemplo, podemos observar o comportamento das pessoas no trânsito.
É preciso resgatar a ética e mudar a mentalidade voltando-se a ação nos valores humanos essenciais, como a justiça, a paz, a verdade, amor gratuito entre outros. Pois são verdadeiramente as legítimas aspirações da pessoa humana. A pessoa humana deve estar acima do poder, fama, riqueza jamais pode ser reduzida pelo individualismo, consumismo e hedonismo.
A autêntica ética engaja sempre a pessoa a partir de seu interior o que necessariamente implica liberdade e responsabilidade.
04.07.2024 Prof. Dr. José Pereira da Silva








  • Fontes: PROFESSOR DR. JOSÉ PEREIRA DA SILVA