• Home
  • HOMENAGEM
  • Dostoiesvki: o escritor da indagação,compreensão e da profundidade da alma humana.
| 36

Dostoiesvki: o escritor da indagação,compreensão e da profundidade da alma humana.

O escritor austríaco Peter Handke afirmou: “uma narração que não passa através do eu do autor não é literatura, mas somente um simples produto”. Uma afirmação verdadeira no caso de Fiódor Dostoievski (1821-1881) , um dos autores mais lidos no mundo e de quem se assinalam este ano os dois séculos do nascimento - , que desde a mais jovem idade foi obcecado pela observação e compreensão do humano.
São poderosas as suas palavras numa carta de 1849 ao irmão Michail, quando soube, a um passo da pena de morte, que o seu castigo tinha sido substituído por quatro anos de trabalhos forçados: “A vida é vida em todo o lado, a vida está dentro de nós, não fora. À minha volta haverá outros homens , e ser um homem entre os homens e permanecê-lo para sempre, qualquer que sejam as desgraças que aconteçam, sem lamentações, sem perder o ânimo: é nisto que consiste a vida, o seu propósito. Dei-me conta disto. Esta idéia fez-se de carne e sangue. É a verdade!”.
Carne e sangue: o humano. Uma verdadeira obsessão para Dostoievski, tendo em conta que suas obras colocam nada mais nada menos que este objetivo audaz, que foi também o de certa literatura antiga: a indagação do ser humano.
Num tempo em que a narrativa mergulhava na descrição do mundo circunvizinho, da burguesia, da guerra, da História, em Dostoievski as palavras narram a profundidade da alma humana, independentemente da narração de uma trama, muitas vezes apenas superficialmente ligada ao núcleo real do romance.







  • Fontes: PROFESSOR DR. JOSÉ PEREIRA DA SILVA

Últimas Notícias