• Home
  • Saúde
  • Janeiro Branco, cuidar da saúde mental: Quem cuida da mente, cuida da vida!
| 105

Janeiro Branco, cuidar da saúde mental: Quem cuida da mente, cuida da vida!

O mês de janeiro chamado “Janeiro Branco” dá início a campanha brasileira que foi iniciada em 2014 em Minhas Gerais pelo psicólogo Leonardo Abrahão. A campanha objetiva chamar a atenção para o tema da saúde mental na vida das pessoas.
A cor branca significa o papel em branco, no qual escreveremos uma nova história da saúde mental sem preconceitos.
O mês de janeiro foi escolhido por ser um período que as pessoas refletem sobre a vida e seu sentido. Estão mais focadas em resoluções e metas para o ano que começa.
Estima-se que em cada 100 pessoas, ao menos 30 sofrem ou sofrerão, em algum momento da vida, de problemas de saúde mental. Mais de 40 milhões de pessoas sofrem de epilepsia. Estima-se que 29 milhões de pessoas sofram demência. Calcula-se que 45 milhões sejam afetados pela esquizofrenia. Acredita-se que 28 milhões de pessoas em todo mundo coloquem a saúde em risco por usar substâncias psicoativas que não são álcool, tabaco ou solventes voláteis. Outros transtornos mentais tais como: síndrome do pânico, transtorno afetivo bipolar, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) entre outros.
A depressão vem despontando como a principal doença do século atual, a ponto de ser considerada hoje pela ciência como a quarta doença mais freqüente. As psiconeuroses envolvendo os transtornos fóbico-ansiosos e depressivos são considerados como obstáculos para a realidade psicológica da humanidade.
Transtornos que comprometem a autoestima, capacidade de trabalho, social e econômica. Exigem políticas públicas de saúde mental para organizar a assistência às pessoas com necessidades de tratamento e cuidados específicos em saúde mental.
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) devemos entender que saúde mental implica mais que a ausência de doenças mentais. Estar mentalmente saudável é o estado de bem-estar no qual uma pessoa consegue desempenhar suas habilidades, lidar com as inquietudes da vida, é capaz de trabalhar de forma produtiva e contribuir para sua comunidade.
A saúde mental como expressão da luta do homem diante dos conflitos de ordem pessoal ou social, levantados sem temor e buscando resolvê-los de forma positiva, e sabendo que a solução de um conflito abre perspectivas para um novo diálogo, outro conflito e buscas de novas soluções. Nesse devir constante, sem dúvida, se expressa a saúde da área mental. Ter uma visão biopsicossocial e espiritual da pessoa humana.
O ser humano é um ser psíquico. A razão deixa de ser o único lugar humano do homem. A psicologia moderna assume o ser humano como totalidade, sem se preocupar com a hierarquização de suas faculdades mentais, sensitivas e instintivas.
Um pessoa mentalmente saudável é capaz de enfrentar os desafios e as mudanças da vida com equilíbrio e sabem procurar ajuda quando tem dificuldade em lidar com conflitos, traumas entre outros. É fundamental buscar ajuda profissional (psicólogo, psiquiatra, psicanalista etc) quando sentir que precisa e cuidar da mente.
A saúde mental exige tomada de atitudes e essas são inúmeras, como exemplo podemos citar: a) Refletir no que pode mudar na sua vida para ser mais feliz; b) A vida é feita de ciclos, um mau momento pode durar porém passa, é fundamental um trabalho de reconstrução; c) Criar o hábito de refletir sobre o que está acontecendo com você para conquistar o estado mental que deseja; d) Viva com mais respeito; e) tenha mais diálogos; f) Invista em afeto;g) Cuide da sua saúde; h)Busque autoconhecimento; i)Dê-se mais tempo; j) Viva com mais sentido; l)Diga não a violências.
Outras medidas para manter a saúde mental: a) Mantenha-se intelectual e fisicamente ativo (ler um livro, fazer artesanato, caminhar etc); b) Diversifique os seus interesses; c) Reforce os laços familiares e de amizade; d) Não se isole, ao enfrentar um desafio ou problema; e) Consulte um médico, especialmente psiquiatra, perante sinais ou sintomas de perturbação emocional. Buscar também ajuda de um psicoterapeuta, psicólogo, psicanalista entre outros. Enfim, não deixe de procurar ajuda.
Novas pesquisas feitas pela comunidade científica em todo o mundo, sob a coordenação da OMS (Organização Mundial da Saúde), constatou-se que os chamados Transtornos Mentais tornaram-se uma realidade comum a todos os povos, que precisa ser conhecida pela sociedade em geral e enfrentada pelos médicos, psiquiatras, psicólogos e outros profissionais da saúde mental. Lembrando sempre de quem cuida da mente, cuida da Vida!
08.01.2021 Prof. José Pereira da Silva







  • Fontes: PROFESSOR DR. JOSÉ PEREIRA DA SILVA

Últimas Notícias


Notícias relacionadas