| 65

LAR ABENÇOADO

REFLEXÃO DO DIA
04.05.22

Chegar à felicidade permanente e, em consequência, atingir a Paz Divina é a esperança que vibra em todas as criaturas. Este anseio sempre esteve tanto na mente dos patriarcas da antiguidade quanto na dos homens modernos.

O lar coroado de bençãos; o dever bem cumprido; a consciência edificada; o ideal superior convenientemente atendido; o trabalho vitorioso; a colheita farta e feliz.

As aspirações da alma são sempre as mesmas em toda parte. Contudo, esperar significa persistir sem cansaço, e o "alcançar" significa triunfar definitivamente. Entre o objetivo e a meta, faz-se imperativo o esforço constante e inadiável.

Esperança não é inação. A paciência traduz obstinação pacífica na obra que nos propomos realizar. Se pretendemos materializar os nossos propósitos, guardemos a fórmula da paciência como a única porta aberta para a vitória.

Há sofrimentos em nossos sonhos torturados? Incompreensão de muitos em derredor dos nossos desejos? A ingratidão e a dor visitam o nosso espírito?

Não choremos perdendo os minutos, nem maldigamos a dificuldade e, sim, aguardemos as surpresas do tempo, agindo sem precipitação, pois, se cada noite é nova sombra, cada dia é nova luz.

Lembremos-nos de que nem todas as águas se acham no mesmo nível e nem todas as árvores são iguais no tamanho, no crescimento ou na espécie.

Recordemos as palavras de Paulo, o Apóstolo dos gentios: "esperando com paciência, alcançaremos a promessa".

Nesta quarta-feira não nos esqueçamos de que, o êxito bom e seguro não é de quem o busca a qualquer custo, mas daquele que sabe agir, perseverar e esperar por ele.






  • Fontes: CLAUDIO RODRIGUES