| 33

*A BENEFICÊNCIA*

*BREVIÁRIO MAÇÔNICO*

22 de fevereiro
Em toda reunião maçônica é cultivada a beneficência, não tanto como ato caritativo mas sobretudo para manter a tradição operativa da Loja.
Oficialmente, os recursos captados para essa beneficência provêm da coleta recolhida pelo tronco de beneficência.
Obviamente, os recursos arrecadados são mínimos e são destinados a algum necessitado, não obrigatoriamente maçom.
Oficiosamente, cada maçom sente a necessidade de amparar o próximo carente; a sua formação espiritual lhe dá esse impulso; o maçom pratica a caridade no sentido material.
A finalidade da Maçonaria não é fazer benefícios no sentido material, mas se é feito, traduz apenas o encobrimento do seu real sentido; a beneficência é esotérica, pois o benefício que cada maçom recebe é espiritual.
A Maçonaria distribui um sem-número de benesses que alcança os pontos mais sensíveis do amor ao próximo; ela prepara o maçom para ser um cidadão exemplar e, como tal, preocupar-se com o infortúnio alheio.
A beneficência pode ser exercitada "mentalmente", enviando por meio da Cadeia de União a "força" necessária para aliviar o aflito e o necessitado.

Breviário Maçônico / Rizzardo da Camino.






  • Fontes: GRUPO GI APR