| 49

A incompreensão é como a treva perante a luz.

REFLEXÃO DO DIA
01.03.21
Se tivemos a graça de amealhar claridade no nosso íntimo, combatamos as sombras nos menores recantos do nosso caminho, auxiliando os que jazem na escuridão do desconhecimento.

Porém, não nos esqueçamos da Lei do Auxílio, e observemos os seus princípios antes da ação. Descer para ajudar é a arte divina daqueles que alcançaram conscientemente a vida mais alta, e que sabem que a luz ofuscante pode causar a cegueira.

Se a sabedoria e o amor nos povoa o coração, não humilhemos quem passa sob o nevoeiro da ignorância e da maldade, e graduemos nossas ações para que o nosso socorro não se faça destrutivo.

Não nos façamos demasiadamente superiores diante dos inferiores ou excessivamente fortes perante os fracos. Das escolas não se ausentam em massa todos os aprendizes e, sim, alguns tantos a cada ano.

Conservemos a energia construtiva do bom exemplo, mas não esqueçamos que a ciência de ensinar só triunfa integralmente no orientador que sabe amparar, esperar e repetir, e que não maldiz a incompreensão, usando inquietude e o desencanto.

Que seria de nós se Jesus não tivesse apagado a própria claridade, para se fazer à semelhança da nossa fraqueza, nos tornando o objetivo da Sua missão redentora? Aprendamos com o Divino Mestre a auxiliar sem prejuízo de nós mesmos.

Que esta segunda-feira, seja o prenúncio de uma semana muito feliz, para todos nós.






  • Fontes: HÉCTOR GUERRERO e CLÁUDIO RODRIGUES