• Home
  • Saúde
  • Vacinação contra Covid-19 pode começar em 20 de janeiro no Brasil, diz Eduardo Pazuello
| 77

Vacinação contra Covid-19 pode começar em 20 de janeiro no Brasil, diz Eduardo Pazuello

A campanha nacional de vacinação contra a Covid-19 pode começar no dia 20 de janeiro. A informação dada pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira (7).

Eduardo Pazuello deu três possíveis períodos para início da campanha nacional de vacinação:

- Cenário otimista: até 20 de janeiro com a vacina do Butantan e a da Astra-Zenica (através da Fiocruz).


- Cenário médio: entre 20 de janeiro e 10 de fevereiro também com a vacina do Butantan e a da Astra-Zenica (através da Fiocruz).

- Cenário mais alongado (caso o registro na Anvisa ou produção da vacina tenham imprevistos): a partir do dia 10 de fevereiro até março.



Sobre a disponibilidade de seringas para aplicação das vacinas, Pazullo foi categórico: “Não existe falta de seringa”. De acordo com informações divulgadas pelo Ministério de Saúde na coletiva, há 80 milhões de seringas disponíveis para início imediato da campanha de vacinação contra a Covid-19. Há negociações para a aquisição de 30 milhões de seringas por mês até o final de janeiro

Além da vacina do Butantan, o Brasil também deve adquirir produzir (através da Fiocruz) a vacina desenvolvida pela Astra-Zenica e a Universidade de Oxford.

“Toda a fabricação da Fiocruz, do Butantan e de qualquer empresa nacional é do Governo Federal [...] Oferecemos vacina grátis e voluntária, no que depender do Ministério da Saúde, para todos os brasileiros, independente de plano de saúde ou não”, afirma Pazuello.

De acordo com o ministro, o custo da vacina da Astra-Zenica é de $ 3,75 (dólares) por dose. Já a do Butantan é de aproximadamente $ 10 (dólares). Ainda segundo Pazuello, o Brasil terá a capacidade de produzir 30 milhões de doses por mês já no primeiro trimestre.






  • Fontes: MEON

Últimas Notícias


Notícias relacionadas