| 48

*A PAIXÃO*

*BREVIÁRIO MAÇÔNICO*

19 de setembro

A Paixão é um sentimento da alma que tende ao exagero. Esse sentimento é de difícil controle, pois exige muito equilíbrio para mantê-lo.
O “Sinal Gutural”, do Grau de Aprendiz equilibra não só as paixões como as emoções.
A paixão surge de uma forte emoção instantânea, dirigida para algum interesse, podendo ser amor, ódio, dedicação, abnegação ou negação.
Diz-se paixão o sofrimento acentuado. Toda paixão, extremada ou não, contem em si o exagero.
A paixão pode ser duradoura ou instantânea; da mesma forma que surge, desaparece.
A Maçonaria zela para que as Paixões sejam controladas, em especial durante as suas reuniões, quando os obreiros têm o direito da palavra; sem um controle rígido, o discurso descamba e ofende, revelando desamor e maldade.
O maçom não pode se deixar vencer; cumpre evitar, se não souber controlar o discurso, que fale em Loja. Deve haver uma autodisciplina.
Acontecem casos dolorosos com frequência, o que é lamentável, tudo porque a reunião não foi prudentemente conduzida.
Quem ama a seu irmão jamais terá uma palavra áspera contra ele.
O maçom deve estar atento e não se deixar vencer pela paixão.

Breviário Maçônico / Rizzardo da Camino.






  • Fontes: GRUPO GI APR