| 71

*A PACIÊNCIA*

*BREVIÁRIO MAÇÔNICO*

16 de setembro

A Paciência é uma das virtudes que a Maçonaria cultiva, porque é irmã gêmea da tolerância.
A paciência significa o equilíbrio e o controle do dualismo.
O freio para o instinto, o fruto da meditação, o caminho da sabedoria.
O Obreiro maçom, para desbastar a pedra bruta, burilá-la e poli-la, deve revestir-se de paciência.
A Ordem Religiosa dos Beneditinos cultiva a paciência como virtude principal, conhecedores que ela é um “ponto de partida” para encontrar as demais virtudes.
A paciência conduz à perseverança, e essa conquista do alvo planejado.
O maçom recém-admitido à Loja, para progredir, alcançar aumento de salário, buscar o Companheirismo e posteriormente o mestrado, deve pautar a sua conduta dentro da Loja com exemplar paciência.
Tudo o que é destinado ao homem é alcançado; a precipitação, o afoitamento, a pressa, são meios conturbadores.
Para viver uma provecta vida para a aproximação aos 100 anos de idade é necessário calma, serenidade e paciência; chega-se lá se a vida for conduzida de forma saudável, isenta de vícios e perturbações.
A paciência é o caminho mais curto para alcançar-se a paz.

Breviário Maçônico / Rizzardo da Camino.







Mais Fotos

  • Fontes: GRUPO GI APR