| 61

Na vida não existe nada definitivo.

REFLEXÃO DO DIA
09.08.20

Contudo, somos guiados por tendências, de acordo com nossas virtudes e fraquezas, que são determinadas pelos momentos que estamos vivendo.

Quando sentimos dor e tristeza, nosso pensamento nos conduz apenas para o lado ruim das coisas. É um sentimento natural, porém, pode ser controlado e modificado.

Nesses momentos, procuremos desviar a atenção para coisas diferentes. Fechar os olhos e controlar a respiração, essa atitude ajuda no processo de meditação, que têm o propósito de "limpar" a mente, procurando nos lembrar de coisas boas.

Ao controlarmos as emoções negativas, perceberemos que a dor não é razão para desacreditar em Deus, mas sim, um caminho um pouco mais difícil para encontrá-Lo.

Quando superamos a dor, as dúvidas e temores dão lugar à tranquilidade espiritual, relaxando a tensão da ansiedade. Um sopro renovador nos invade a alma, desatando as amarras dos maus pensamentos.

Veremos que, aceitando a dor com naturalidade, é possível sorrir, pois, passamos a entender que ela é algo necessário ao nosso aprimoramento e fortalecimento espiritual, da mesma forma que o esterco malcheiroso, germina a semente da flor que, em breve, nascerá linda e perfumada.

A dor possui um grande poder educativo: faz-nos melhores, mais misericordiosos, mais capazes de nos recolhermos em nós mesmos e persuade-nos de que esta vida não é um simples divertimento, mas um dever.

Com este domingo, finalizemos um final de semana nos lembrando de que, ninguém pode se julgar infeliz na adversidade, nem se inebriar na prosperidade, porque uma situação, muitas vezes, é consequência da outra.






  • Fontes: HÉCTOR GUERRERO