| 56

*O MATERIALISMO*

*BREVIÁRIO MAÇÔNICO*

9 de agosto

Corrente filosófica que considera que tudo provém da matéria; que não há vida futura e que uma vez que a morte atinge o ser humano, o corpo se putrefaz, desaparecendo sem a possibilidade de existir uma nova vida.
É a filosofia do fatalismo, que permite as violações da ética, inexistindo, assim, o pecado e a divindade.
A Maçonaria é vítima desse materialismo cruel, tanto que existem alguns ritos que aboliram qualquer aspecto espiritual da Loja, suprimindo a presença do Livro Sagrado e a invocação à autoridade espiritual, mesmo ao Grande Arquiteto do Universo, símbolo divino.
A Maçonaria possui Landmarks, que são as normas juradas pelos iniciados, e entre os 25 há o que dispõe sobre a crença em Deus e em uma vida espiritual.
Pobre do homem que não tenha em si a crença em um futuro melhor, em uma vida espiritual, em um Oriente Eterno e em Deus.
O maçom deve ter em mente, constantemente, que ele faz parte da Natureza e que essa Natureza é divina.
Sem a crença em um ente supremo, Criador e protetor, a humanidade viveria em disputas egoístas e materiais, destruindo-se a si mesma com a força equiparada ao artefato atômico.
As “inovações” e as “tentativas” de banir da Maçonaria o aspecto espiritual são o começo da destruição; cada maçom deve zelar pela integridade de seus conhecimentos.

Breviário Maçônico / Rizzardo da Camino.






  • Fontes: Grupo G1 app