• Home
  • Esportes
  • Taubaté pode ter acesso anunciado na próxima reunião da Federação Paulista
| 186

Taubaté pode ter acesso anunciado na próxima reunião da Federação Paulista

O acesso do Taubaté à elite do futebol estadual poderá surgir no próximo dia 15, quando a Federação Paulista de Futebol fará uma reavaliação do quadro que provocou a paralisação de três campeonatos por causa do coronavírus. Existe a possibilidade de um encerramento definitivo e com a classificação do momento da parada prevalecendo.

No dia 15 de março, um domingo, a Federação avisou que todas as suas competições seriam interrompidas como medida de prevenção contra a propagação da Covid-19. O Paulista da Série A-2 fechava a 12ª das 15 rodadas da fase de classificação. O da Série A-3, também de acesso, a 11ª das 15 e no Paulistão, o da Série A-1, a 10ª das 12.

Na Série A-2, a zona de classificação, formada pelos oito melhores colocados, estava assim: São Bernardo (22 pontos); Taubaté (21), Portuguesa Santista (20), Monte Azul (19), XV de Piracicaba (19), São Caetano (18), Juventus (18) e Portuguesa (18).

O São Bento de Sorocaba, também com 18 pontos, perdia a oitava posição para a Portuguesa no saldo de gols. Na zona de rebaixamento à Série A-3, os dois últimos colocados eram o Penapolense (9) e o Votuporanguense (9).

No outros dois

Na Série A-3, a zona de classificação contava com: Noroeste de Bauru (26 pontos), Esporte Clube São Bernardo (20), Velo Clube de Rio Claro (18), Capivariano (18), Comercial de Ribeirão Preto (18), Batatais (18), Linense (15) e Desportivo Brasil de Porto Feliz (14).

O Marília (11) e o Paulista de Jundiaí (7) ocupavam os dois últimos lugares da zona de rebaixamento à Segunda (4ª) Divisão. O Grêmio Osasco (12) e o Primavera de Indaiatuba (12) estavam escapando.

No Paulistão, de quatro grupos de quatro, os dois melhores de cada grupo eram: Santos (15) e o Oeste (10) – Grupo A; Santo André (19) e Palmeiras (19) – Grupo B; São Paulo (18) e Mirassol (16) – Grupo C; Red Bull Bragantino (17) e Guarani (16). As duas piores campanhas, da zona de rebaixamento: Botafogo de Ribeirão Preto (8) e Ponte Preta (7).

Como ficaria?

Caso considere que os três campeonatos devem ser dados como encerrados, o São Bernardo, campeão, e o Taubaté, vice-campeão, seriam os dois promovidos à Série A-1 de 2021. Na Série A-3, Noroeste e Esporte Clube São Bernardo pegariam o mesmo elevador, mas à Série A-2. No Paulistão, por 6 vitórias contra 5, o Santo André terminaria na frente do Palmeiras e seria o campeão.

Na outra ponta da classificação, Botafogo, Ponte Preta, Penapolense, Votuporanguense, Marília e Paulista teriam que aceitar um rebaixamento, ou esperar uma mudança de regulamento que poderia determinar a permanência na mesma divisão.








  • Fontes: MEON

Últimas Notícias