| 114

TRANSPORTE PÚBLICO

Mobilidade

“Estamos reformatando o transporte público”, diz secretário de Mobilidade Urbana à CPI
O secretário de Mobilidade Urbana, Luiz Guilherme Perez, declarou à CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) criada pela Câmara de Taubaté que o sistema de transporte público será reformatado e apresentado ao prefeito, para que seja modificado com base na experiência atual. O depoimento foi dado em reunião pública dia 12. O sistema tem gerado reclamações da população, o que levou à criação da CPI.
De acordo com Luiz Guilherme, a intenção é realizar nova pesquisa de origem e destino (“a atual é de 2008”) e desenhar um novo modelo, de forma que ABC faça as vias coletoras, e Tctau, as linhas nos bairros. “Vamos melhorar o atendimento de algumas linhas problemáticas e redimensionar o sistema”, disse Luiz Guilherme.
Ele respondeu aos questionamentos dos vereadores sobre as reclamações dos usuários do Tctau e ABC. Segundo Luiz Guilherme, 100% da frota está acessível, e a idade média dos veículos da ABC é de 3,6 anos. O Tctau, por sua vez, está adaptando os veículos às exigências do contrato assinado neste ano, portanto, ele acredita que no final de dezembro ou no início de janeiro a situação do transporte público no município esteja normalizada.
Luiz Guilherme falou sobre os maus tratos a usuários, praticados por alguns funcionários – houve demissão, segundo ele; sobre o aplicativo CittaMobi, “pode ter sofrido um problema temporário” devido aos ajustes feitos em decorrência da paralisação do Tctau; e sobre o número de fiscais – atuais cinco – que deve ser reforçado com a contratação de dois agentes.
Sobre os abrigos nas ruas, Perez disse que foi publicado o decreto regulamentando a adoção dos pontos, e as empresas adotantes terão que padronizar os equipamentos, utilizando material metálico e disponibilizando um totem com informações sobre horários das linhas.
Com relação à fila para o cadastro da biometria facial, o secretário afirmou que iria investigar a denúncia; garantiu que todos os veículos do transporte complementar são obrigados a oferecer vagas para idosos e considerou que os finais de semana têm horário diferenciado devido à baixa demanda, “de forma que não onere o sistema”.
Segundo Luiz Guilherme, o telefone 156 recebeu 194 reclamações relacionadas ao transporte, e o sistema da ABC 359 reclamações. Foram 111 multas aplicadas à empresa, com 18 recursos deferidos, 63 indeferidas e 28 em análise.
A CPI é presidida pelo vereador Guará Filho (PR) e tem como membros João Henrique Dentinho (PV), Graça (PSD), Jessé da Silva (SD) e Vivi da Rádio (PSC). Participaram da reunião os vereadores Rodrigo Luis Digão (PSDB), Loreny (PPS) e Rodson Lima Bobi (PV).
O representante da ABC Transportes, que também seria ouvido no dia 12, enviou ofício à CPI alegando que tinha compromisso em outro estado e não poderia estar presente.






  • Fontes: Assessoria de imprensa Camara Municipal de Taubaté